Monday, November 07, 2005

A brutalidade

De sua parte, o Professor do Instituto de Bioética da Universidade Católica Argentina, P. Rubén Revello, rejeitou o experimento por considerar que o embrião é "vida humana" e agora o embrião clonado será "despedaçado para utilizá-lo por partes".
Revello precisou que "se é criado um embrião humano, ao ativar o núcleo embrional, se cria um ser humano". Neste sentido, sublinhou que "para a Igreja e para a ciência há vida desde a concepção . E se há vida, há pessoa humana. Do contrário -perguntou-, o que haveria, um pré-humano? não é certo que os que fazem experiências con embriones humanos queiram vida humana e não uma pessoa humana", insistiu.
A rigor, o sacerdote reiterou a posição fixada pela Igreja em matéria de clonagem. A postura católica é expressada -entre outros documentos- em uma declaração difundida em 1997 pela Academia Pontifícia pela Vida. E em outra da mesma academia, publicado no ano pasado, sobre "a produção e uso científico e terapêutico das células embrionárias humanas".
Enquanto aos argumentos de utilização terapêutica, Revello disse que "hoje por hoje a ciência não pode dar resposta, por caso, em matéria Alzheimer:
poderiam destruir embriões e não chegar a nada". Aponteu que o argumento terapêutico "só busca atenuar a maldade moral" pela destruição do embrião. Ainda assim, perguntou se "justifica matar a uma pessoa para salvar outra?".
Logo depois de afirmar que "se deixamos este embrião seguir seu caminho espontâneo terminará sendo um bebê", lamentou que na ciência genética não se aplique o mesmo critério de respeito à vida que pesquisa farrmacêutica. "Na farmacêutica tem-se muito cuidado nas experiências e há etapas: primeiro em laboratórios, depois em animais e, finalmente, em voluntários humanos".
Revello sustentou ainda, que a ciência deveria avançar no estudo das células estaminais humanas que os adultos têm em vez de fazê-lo com as células estaminais dos embriões porque "no primeiro caso não acontece nada com a pessoa, ao contrário, com os embriões, termina eliminando-se vidas".

1 Comments:

Blogger Prof. Marcelino said...

Meninos:
Para começar o blog promete...
MAs há uma coisa que tem de ser alterada, nos posts é necessário colocar a fonte (o endereço do site de onde foi feita a cópia e/ou adaptação).

8/11/05 4:27 PM  

Post a Comment

<< Home